Pensar antes de agir

  • segunda-feira, 6 de junho de 2016
  • |
  • 17:34


Alguém aqui já agiu por impulso?

Agir por impulso, às vezes, pode tomar um rumo diferente daquele que a gente espera. Normalmente, funciona mais ou menos assim, sempre que estamos desesperados, de cabeça quente ou até mesmo muito empolgados, não pensamos direito nos nossos atos, no que falamos ou fazemos e junto às nossas atitudes, vem as consequências.

Quando a gente não pensa direito e não analisa os prós e contras, acabamos por sermos precipitados e muitas vezes prejudicamos a nós mesmos e até outros.

Pra isso não acontecer e a gente não se arrepender, é legal fazermos uma listinha mental de como aquela situação pode ou não dar certo e se devemos ou não tomar tal atitude.

Perguntas como "tenho condições de arcar com esse compromisso?" ou "isso vai melhorar minha situação ou piorar?" nos guiam e mantém nossos pés no chão. A dica é ter paciência e decidir depois de analisar essas questões.

As consequências virão de acordo com as nossas decisões, e todo mundo quer ter certeza de que fez a melhor escolha, ou pelo menos ter certeza que agiu de forma pensada, mesmo que aquilo possa não dar certo.

A gente nunca tem uma garantia de que tudo vai dar certo, mas podemos minimizar os danos escolhendo bem. Se não der certo, apesar de tudo, a gente leva como experiência (pra da próxima vez, não repetir o erro), mas se der certo, toda a paciência terá valido a pena e a nossa consciência estará leve e limpa, assim como os raios de sol, que começam a aparecer depois de um dia de chuva.
Comente!

COMENTÁRIOS

0 comentários

Postar um comentário